segunda-feira, 24 de novembro de 2014

35º Grande Prémio de Atletismo das Galinheiras

Durante os últimos tempos andava a ressacar de algo e esse algo era de uma boa prova para dar cabo do corpo. E que melhor coisa do que o GP das Galinheiras? À dois anos fiquei com tão boas memórias desta prova: as duas horas que estive a levar com chuva torrencial à espera que começasse a prova de de seniores, as subidas e descidas, a subida de quase 2 km no final, os seus 600m a mais e a primeira medalha de classificação que recebi (7º lugar). À espera, afinal a única boa memória é só mesmo a medalha!

No passado sábado, com as coisas organizadas com o Miguel Heitor, fui mais em cima da hora provável da prova, o que foi perfeito para ir levantar o dorsal, equipar e aquecer. Com muitas caras conhecidas na zona da partida olho para o relógio GPS e vejo que está bloqueado como se de um computador com Windows se tratasse! Estava tudo em preparação para o inicio da prova e eu lá consegui reiniciar o bicho mas depois não queria apanhar sinal. Não me restou alternativa se não recorrer à oração do Filipe Torres:

GPS, que estais no céu,
Amplificado seja o vosso sinal.
Por entre nuvens, árvores e prédios,
Favor despachar que vem aí um carro.

Gármen

Já com sinal, lá se deu o sinal de partida e siga lá para essas subidas! No 1º/2º km tentei controlar o ritmo a que iria e perceber quem estava ali para disputar os primeiros lugares. Ia um grupo de cerca de 10 atletas à minha frente que cedo se começou a partir. Decidi acompanhar o ritmo de dois veteranos e pelas minhas contas deveria de estar nos 8 primeiros.

Fonte: Luísa Nogueira / Correr Lisboa
Uma das poucas coisas boas que tem o meu circuito semanal de treino é que é bastante puxado em termos de desnível. Um dia alguém me disse "as subidas são para puxar" e esse passou a ser o meu lema nos meus treinos. E portanto foi este o meu trunfo durante a prova, ganhar metros nas subidas e tentar não os perder todos nas descidas (já vos disse que sou um mariquinhas a descer não já?). Depois de me libertar dos dois atletas com quem seguia (que entretanto já eram quatro) decidi ir atrás do Vitor Tavares. Ao 6º km consegui apanhá-lo e depois de seguir um pouco no vai e não vai com ele, decidi apostar na minha sorte.

Fonte: RUNFFWPU
O percurso à dois anos era diferente deste mas uma coisa se manteve: a dureza dos últimos quilómetros. Como podem ver mais em baixo os últimos 3/4 quilómetros foram praticamente sempre a subir. O que é certo é que este facto pode ter sido o mais importante para consolidar a posição em que ia. E em qual posição eu ia perguntam vocês? Pois fizeram o favor de me informar ao 9º quilómetro que ia em 3º da geral. Sempre a controlar se o Vitor ou qualquer outro atleta estavam no meu encalce decidi rebentar com as últimas reservas de energia que tinha, passando a meta em 3º lugar!

Fonte: RUNFFWPU

É sempre bom uma prova que faz classificação por escalões dando assim mais hipótese de alguns atletas irem um pouco mais felizes para casa (fugindo assim dos típicos três primeiros). Assim, com o 3º lugar da geral, depois de ver a classificação vi que fiquei em 2º do escalão. Depois de duas horas à espera para subir ao pódio, ai está a minha primeira taça! Quase maior do que eu! Também não é preciso muito vá... Mas porra, neste dia fui grande!

E pronto foi mais uma etapa da minha preparação para a Meia Maratona dos Descobrimentos, faltando ainda a 1ª Corrida do Centenário da Aviação Militar no próximo dia 29. Até lá!

16 comentários:

  1. Muitos parabéns!!!!!!!! E que bela taça :)

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Nada me tira da ideia que foi desde o aquecimento que fizeste comigo na Corrida do Montepio que começaste a evoluir. Penso eu de que... lol
    Estás em grande forma! Parabéns!!!
    E prepara-te, mais dois ou três aquecimentos comigo e ficas imparável... e o primeiro é já nos aviões. ;)

    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico à espera do próximo aquecimento então ;D

      Obrigado, Abraço!

      Eliminar
  3. Brilhante Vitor!

    Sei bem o quão dura essa prova é. Impressionante o tempo final!

    Estou a ver que quando regressar e se combinarmos um treino tenho de levar a bicicleta para não ficar a falar sozinho ahah

    By the way: o João Jorge, que ando a treinar, vai fazer essas duas provas que mencionaste. Lá vou ter de lhe dizer para te fazer marcação serrada na meia maratona, já que a do próximo domingo é só um treino duro.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com os teus treinos no gelo, quando chegares aqui com temperaturas normais até vais voar!

      Vou ficar atento a ver se o vejo :)

      Um abraço

      Eliminar
  4. Estive lá, tive o gosto de te cumprimentar antes e depois da prova, já estava a desejar (e a adivinhar) que ias fazer uma grande prova.

    Bem dito, bem feito, e quando ia eu ainda no meu ritmo hiper-lento a descer naquele Parque ontem estava a treinar o grupo Correr Lisboa, te vi a subir, talvez no km7 ou km8, já muito bem colocado, em 4º lugar atrás do Vitor.
    O 1º e o 2º classificado também não iam com uma enorme vantagem - no máximo 100 metros.

    Um pouco mais atrás, vi também o Miguel Heitor, também bem colocado, a fazer uma prova em excelente nível.

    Quando cheguei ao fim fiquei muito contente e espero que este sucesso te incentive a ires ainda mais além. Capacidade e espírito não te faltam.

    Não fiquei para te ver a receber a taça mas ia a bater palmas enquanto fazia o caminho para casa.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário Tiago, soube bem ler estas palavras :)

      Um grande abraço!

      Eliminar
  5. Parabéns Vitor!
    Não estou nada surpreendido, pois quem te acompanha sabe que és capaz disto e de muito mais! Força!!! Venham mais destas taças enormes!
    Cheira-me a PBT na Meia dos Descobrimentos, hein?

    Estive quase quase a inscrever-me nessa prova das Galinheiras, pois foi "apenas" a primeira prova popular que eu participei, há cerca de 33 anos!!! Deve ter sido na 2ª ou 3ª edição... tinha eu 13 anitos. O tempo voa!!!! Na altura representava aquele clube da 2ª circular, que veste de vermelho... e lembro-me de ir a correr e ouvir numa rua: "Aiiii dá-me a tua camisola...!" Até corri mais depressa, eheheh! recordações...

    Mais uma vez Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Luis!

      Vou fazer por isso, é preciso a coisa correr mal para não baixar o meu melhor tempo à meia :)

      Pois acredito, aquilo não é propriamente das melhores zonas :p

      Um abraço!

      Eliminar
  6. Caramba, tu voas Vitor!!! Muitos parabéns!!

    ResponderEliminar
  7. Muitos Parabéns Vítor, Grande resultado, andas imparável.

    Abraço

    ResponderEliminar