segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

35º GPA do Camarnal

A primeira conversa que tive com o meu treinador após o Campeonato Nacional, foi dizer-lhe que até ao final do mês queria fazer mais duas provas. Ele nem estrebuchou muito e lá me fez a vontade. Dois anos depois, foi então tempo de voltar ao Camarnal e ao seu Grande Prémio de Atletismo.

A semana entre o Nacional de Estrada e esta prova foi tranquila em termos de treinos. Mantiveram-se os bidiários mas não houve treinos de séries. Por outro lado, esta prova no plano de treinos era encarada como sendo o treino rápido da semana, tendo um treino longo a um ritmo tranquilo no dia anterior à prova.

Cheguei a Camarnal uma hora e meia antes da prova (a partida foi às 10:30) e pouco tempo depois estava a equipa toda completa. O bom destas provas locais é a calma que transmitem. Deu para estarmos descansados a meter a conversa em dia, deu para um bom aquecimento e deu para ir tranquilamente para a partida sem grandes pressas.

No bloco de partida deu para perceber que tinha alguns atletas de nível presentes e bastantes equipas para dar luta ao Vale Grande. Ótimo! Quem não gosta de competição? O início da prova tem a particularidade de ser a subir e com algumas curvas, o que origina um andamento mais controlado por parte de quem vai na frente. No entanto isso não impediu que aquele que viria a ser o primeiro da geral, José Gaspar (juntamente com outro atleta que foi ficando para trás), se fosse distanciado do grupo que seguia na frente e no qual eu me inseria.

A prova consiste em duas voltas de 5 quilómetros e dado que eu já estive presente nesta prova em 2016, sabia com o que contar. Os primeiros 3 quilómetros que não têm grande dificuldade foram feitos num ritmo confortável. Seguia com outros atletas e tentei ter juízo no andamento. No final do terceiro quilómetro é feito um retorno e senti que estava mais rápido que o resto do grupo, então decidi ir para a frente. Isto colocou-me numa posição complicada.

Durante praticamente dois quilómetros segui à frente do grupo e só me passava pela cabeça: vou-me lixar. Com alguma experiência que já tenho acumulada, sei que puxar tanto tempo por um grupo resulta mal, pois nos últimos quilómetros quem se lixa é quem esteve a puxar o grupo e acaba sempre por ficar para trás. Mas desta vez não aconteceu. Quando comecei a descer no início da segunda volta, já estava a ganhar alguns metros de distância aos restantes atletas do grupo.

Mesmo seguindo sozinho (que em termos de motivação é complicado), decidi continuar a dar o melhor que podia, focando-me no barulho da passada dos atletas que ainda seguiam atrás de mim. O objetivo naquele momento era deixar de os ouvir! Continuei focado, sem olhar para trás e quando cheguei ao retorno dos ~8km consegui avaliar a distância que estava deles. Estava longe de ser uma distância confortável.

Então mesmo com algum vento contra, mantive o ritmo forte e contei com o apoio que ia recebendo dos atletas que seguiam em direção ao retorno. Ao entrar no último quilómetro, os atletas que seguiam no lado contrário diziam-me que ia à vontade e que o 2º lugar estava garantido. Mesmo assim e com inclinação positiva, eu continuava a puxar.

Acabou por correr tudo pelo melhor e cortei a meta em 2º da geral e em 1º do escalão sénior com o tempo de 34m06s. É caso para dizer que não poderia ter ficado mais satisfeito. Se tivesse tido mais companhia na 2ª volta, não dúvido que o tempo teria ficado na casa dos 33 minutos. Para ajudar à festa, e após uma luta renhida com o 2º lugar, a Associação Vale Grande conquistou o lugar mais alto do pódio!


Para a semana inicia-se o Troféu das Coletividades de Loures. E sobre esse assunto falarei mais tarde! Até lá!

Resultados: Brevemente

4 comentários:

  1. Muitos parabéns por mais um grande resultado!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Parabéns!
    Gosto do espírito de quereres sempre ter os melhores atletas possíveis em prova a correr ao teu lado. Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só assim é que evoluímos! E isto é válido tanto na corrida como na vida profissional!

      Obrigado! Um abraço

      Eliminar