segunda-feira, 21 de maio de 2018

7ª Corrida Bucelas Capital do Arinto

Uma das coisas que me está a dar mais prazer esta época é estar participar no Troféu Corrida das Coletividades de Loures. Mas com a tareia que levei há duas semanas, estava receoso com esta prova de Bucelas. Até tinha razão em estar receoso mas a tareia acabou por nem ser assim tão grande.

Uma coisa que eu gosto nestas provas dos Troféus é o facto de já termos o dorsal. Portanto é basicamente chegar e correr. E vencer. Ah espera ainda não ganhei uma única prova no torneio. Por este andar nem vou ganhar nenhuma. Mas isso não interessa para nada. Quando cheguei, fui logo aquecer e depois tive a boa surpresa de encontrar os meus companheiros destas andanças (Rui Henriques, Paulo Alves, entre outros) que nem sabia que iam à prova.

Avisaram-me logo que a prova estava atrasada e depois de um segundo aquecimento seguimos para partida. A prova começou às 10:30. 30 minutos depois do previsto. Adoro. Mas isto era só o início. A partida foi rápida graças a alguns atletas mais jovens que foram para a frente e que possuem uma velocidade que eu não tenho. Mesmo assim sai atrás deles e não me dei por vencido.

Os dois primeiros quilómetros foram feitos a um bom ritmo, mesmo sendo um percurso irregular em termos de declive. À entrada do 3º quilómetro, alcancei o 3º lugar depois de ter ultrapassado dois atletas da Fundação CEBI. Mas não estava preparado para o que vinha a seguir. Parecia que tinha voltado à Lousa. Sai 1 km com 36m de declive a 3:44/km! Entre o sofrimento desta subida e consequente descida, seguia completamente sozinho. Passei por N cruzamentos dentro de um bairro e embora houvesse algumas setas no chão, não havia NINGUÉM a controlar rigorosamente NADA. Portanto, venham de lá esses carros contra os atletas e venham de lá esses enganos. Bendita população que andava na rua e que respondeu sempre que eu perguntava por onde era o caminho.

Voltámos ao centro de Bucelas e por esta altura o atleta que seguia à minha frente da Juventude Vidigalense era quase uma miragem. Seguia a cerca de 100/200m de mim e não dava perspectivas de abrandar, quer fosse a subir, quer fosse a descer. Continuámos durante mais uns quilómetros quase sempre a subir, até entrarmos num novo bairro com uma nova subida de morte (andei em ritmos a rondar os 4:30/km...). E voltou a festa com carros a aparecerem-me em curvas de surpresa e mais uma vez a ter que perguntar às pessoas na rua se estava a seguir na direção certa. 

Pouco de valeu fazer o 8º km a 3:11/km pois o jovem atleta que seguia à minha frente nunca deu sinais de estar a quebrar. No máximo consegui recuperar alguns metros. Agradeço a toda a gente que me deu força nestes últimos 1/2 quilómetros, foram mesmo muito importantes para não desistir logo naquele momento de atacar algo mais.

Foi assim sem surpresa que passei a meta em 3º lugar da geral e 2º do escalão. Em 1º lugar ficou um rapaz júnior do Benfica que pelos vistos é um atleta do caraças! Mesmo assim foi uma boa prova para amealhar pontos preciosos para as contas do troféu. Deixando um pouco a humildade de parte, já que estou a apostar no troféu, é para vencer!

No entanto, não posso deixar de ficar triste com a organização da prova. Foi péssima a vários níveis como já viram ao longo do meu relato. Não tenho tido grande razão de queixa ao longo das provas do Troféu de Loures mas esta apenas me vai deixar más memórias.


E na próxima sexta conto estar presente novamente na Corrida Noturna de Odivelas! Há meia-noite em ponto lá estarão umas centenas de malucos(as) a correr pela minha cidade!

Resultados: Brevemente

12 comentários:

  1. Parabéns pelo resultado e bom desempenho.
    Sugiro que para além de te queixares no blog, que possivelmente a organização não segue, lhes envies uma mensagem construtiva com as sugestões que achares necessárias para que esses problemas não surjam no futuro.
    É importante incentivar estas provas mais pequenas mas competitivas e, neste caso obviamente, algumas precisam que alguém lhes mostre como podem melhorar.
    Um abraço e boa continuação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado!

      Sinceramente tenho de dar a mão à palmatória e admitir que tens razão. Vou comunicar à organização os pontos em que falharam.

      E sim, se há coisa que eu apoio mais do qualquer lixo de prova comercial, são este tipo de provas!

      Um abraço

      PS: para a próxima identificate, não há problema nenhum!

      Eliminar
  2. Muitos parabéns por mais uma grande prova!

    Em relação às tuas críticas, seriam mais compreensivas se fosse uma das primeiras edições, mas sendo já a 7ª, custa mais a entender como ainda sucedem essas situações.

    Um abraço e força para a vitória no torneio!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado João!

      Sim realmente não entendo, dai grande parte do meu desapontamento com a organização.

      Abraço

      Eliminar
  3. Parabéns pelo tempo.

    Bolas foi uma sorte não ter morrido ninguém...

    Isto devia de soar como alarme. Parece que a grande grande moda do momento é a "organização" de corridas e caminhadas. E está a chegar a um ponto que qualquer um anuncia uma prova sem condições de segurança.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois lá isso é verdade mas isto já não é uma prova recente, já deviam ter experiência na organização!

      Eliminar
  4. Pelas provas do troféu das localidades de Oeiras, Sintra e Cascais às vezes há uma falta de rigor na marcação dos percursos e há quem consiga à socapa cortar caminho sem se dar por isso, mas NUNCA passei por nenhuma situação onde houvesse a possibilidade de levar com um carro em cima... Também acho que deves tentar fazer chegar essa mensagem a quem de direito.

    Um abraço e boa sorte para o resto do troféu! Se voltares a participar para o ano vê se ganhas uma vantagem suficientemente confortável para poderes descansar nesta prova.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim vou falar com a organização!

      Para o ano acho que não vou conseguir participar em nenhum Troféu, a aventura vai ser outra 🙂

      Abraço!

      Eliminar
  5. Parabéns pela prova!
    Tenho corrido o troféu de Sintra e há provas impecáveis a nível de segurança e outras de bradar aos céus. No GP da Agualva a policia deixou carros passar juntamente com atletas num túnel no mesmo sentido. Os condutores pararam enquanto passamos pelo meio dos carros, ninguém se magoou, mas tinha tudo para correr mal. Devemos alertar, mas parece-me que em alguns locais as forças de segurança facilitam demasiado.

    Boas corridas rumo à vitória.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bolas essa cena parece assustadora! Enfim eu nem quero imaginar se alguém algum dia é mesmo atropelado!

      Abraço

      Eliminar
  6. Parabéns pela excelente prova. É pena que a organização não fosse a melhor. Bucelas merecia uma prova com mais qualidade. Vemo-nos à meia noite na corrida noturna, e sim só à meia noite porque à meia noite e um minuto ja deves ir longe ;)
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho pena que tenha havido falhas porque de resto gostei bastante da prova!
      Abraço

      Eliminar