terça-feira, 23 de julho de 2019

3ª Corrida das Festas de Loures

Chegou ao fim mais uma época. E sinceramente parece-me que nem a vi passar. Desde Sevilha que a minha vida tem andado um completo reboliço, a nível profissional, pessoal e até desportivo. Mas antes de dar por terminada a minha época a nível desportivo, vamos passar a pente fino esta última prova.

Esta prova, tal como no ano anterior, é em grande parte numa zona de "conforto" para mim pois é um local habitual de treino. O ser confortável não significa que seja fácil (não se deixem enganar pelos 60m de desnível do Strava). Foi prometido por parte da organização um percurso homologado pela FPA e não desiludiram, tendo este ano realmente 10km em vez dos 11km do ano anterior. Sendo então perto da minha casa, sai tranquilo de casa (cedo mesmo assim dado que a prova começava às 9:30... tal como deveria acontecer sempre!) e cheguei mais que a tempo para estar na conversa com os meus amigos do Vale Grande e ainda aquecermos praticamente todos juntos.

A pouco menos de 5 minutos do início da prova segui para a partida. O calor já apertava mas pelo menos não estava o vento intenso do dia anterior. O sinal de partida foi dado e segui para a frente do pelotão juntamente com mais 4/5 atletas. Tinha consciência que a prova iria ser bastante difícil e a concorrência iria apertar. "Colei-me" ao lado do meu amigo Diogo Baena (ao tempo que não corrida ao teu lado!) e fomos seguindo pelas ruas de Loures.

Fonte: RUN 4 FFWPU
Chegámos ao Infantado e o grupo começou a diminuir. O Pedro Arsénio (vencedor quase anunciado) seguiu para a frente da prova e eu continuei em perseguição num grupo de 3/4 atletas. Lentamente o André Medeiros também descolou e seguiu em direção ao Arsénio. O ritmo estava intenso mesmo com a inclinação positiva destes primeiros 3kms. Quando passámos a rotunda do FitnessHut de Loures o grupo partiu-se ligeiramente mas sempre bastante próximos. Virámos para a rua que vai dar à Igreja Matriz de Loures e começou-se a desenhar uma mudança no grupo da frente.

Após a boa subida que passa ao lado da Igreja e que nos leva novamente para a estrada principal, o Baena ficou na frente e eu já seguia atrás dele com bastante distância. Continuei a dar o melhor que podia pois esta não era a prova para ficar confortável apenas com facto de acabar entre os 5/10 primeiros. Havia muito em jogo. Muitos sentimentos. Muitas memórias. Queria deixar a minha marca e não queria me queria despedir assim.

Ainda antes de chegar ao centro de Loures passo pelo André Medeiros, puxo por ele mas percebo que ele não estava nos seus dias. Aos 7kms passamos ao lado da partida e comecei a sentir que já não haveria muito mais a fazer nesta prova. Mais à frente, na rotunda da Ponte de Frielas que fazia o retorno para o último 1,5km, percebi a distância que tinha para o Diogo Baena e ainda a distância que tinha para os atletas que seguiam atrás de mim (Luís Brito e André Medeiros). Continuei a dar aquilo que podia mas o ritmo já não era o mesmo. Sentia as pernas a ficarem sem energia e a pedirem o final de época que se avizinhava.

Nestes últimos 1500 metros apenas guardo na memória a quantidade de pessoas que me desejaram força e desta vez não me abstive de fazer o mesmo. Mandei para as urtigas o facto de estar nas últimas e tentei incentivar toda a gente que conhecia. Virei para dentro do Parque Adão Barata, vi a meta, agarrei na camisola da Associação Vale Grande e bato forte no peito. Tinha acabado este ciclo na minha vida.

Fonte: RUN 4 FFWPU

Fonte: RUN 4 FFWPU
Resumindo, 3º lugar da geral, 1º lugar do escalão, 34m19s. Já fiz menos 1 minuto aos 10km esta época mas as coisas são mesmo assim. Coletivamente fiquei triste com o resultado. Por fatores externos que não vou comentar aqui, acabámos em 3º lugar do pódio, quando poderíamos provavelmente ter alcançado o 1º lugar. Mas as coisas são assim, não vale a pena arranjar confusão quando se corre a feijões.

E acaba assim mais uma época. Mas uma vez, uma época agridoce. Foi uma época com um recorde pessoal aos 10km, com um bom resultado na minha primeira Maratona, mas de resto foi uma época recheada de resultados medianos. Para a próxima época a minha vida profissional vai mudar e... desportivamente também. Mas isso fica para um próximo artigo.

2 comentários:

  1. Muitos parabéns pelo resultado, pela prova e pela época!
    Fico a aguardar as novidades
    Boas férias!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Vê lá se o Baena não te puxa é para outros caminhos :) Venha de lá esse anuncio, estou curioso!

    ResponderEliminar