segunda-feira, 25 de maio de 2015

9ª Corrida ao Farol

Eu tipicamente sou uma pessoa com juízo. Costumo tentar dormir um número mínimo de horas (6/7 horas, sim eu sei que deveriam ser mais) aceitável, embora lá haja uma noite ou outro que a coisa descambe (4/5 horas). Mas ir para uma prova num domingo, não tendo dormido praticamente nada de sexta para sábado e de sábado para domingo terem sido "apenas" cerca de 7 horas, este é um novo recorde meu de parvoíce. Mas pronto a coisa nem correu muito mal.

Fui para a Burinhosa de boleia o José Geada (colega de equipa do Vale Grande) e chegamos mais que a tempo para estarmos descontraídos. Dorsais levantados, grupo reunido, siga aquecer. A poucos minutos da partida lá fomos para o bloco de partida em sardinha em lata. Do nada, aparece o carro com o cronómetro para passar e a coisa foi engraçada pois tivemos todos que nos comprimir uns contra os outros. Foi engraçado mas não é para repetir ok? :)

A partida foi dada assim meio de surpresa. Os quilómetros que a seguiram foram num ritmo maior do que estava previsto pois tinham cerca de 14km pela frente e pouco descanso no corpo. Durante algum tempo andei pelo fim dos 10 primeiros e como tinha noção que valia mais do que quem andava à minha frente continuei num ritmo mais alto do que seria normal. Penso que por volta do quilómetro 5, estava estabilizado na 5ª posição, sempre com visão nos três atletas à minha frente (o 1º onde é que já ia...) e com o Diogo Baena à perna, como já é normal :)

Fonte: Ccrd Burinhosa Atletismo
Depois de alguns quilómetros em sobe e desce, entrámos pela estrada do pinhal de Leiria que nos levaria até à praia e até ao Farol onde a meta estava instalada. Continuava com o atleta que estava em 4º lugar à minha frente. Foi tempo de aplicar ensinamentos que me vão passando. Percebi que não valia a pena estar a rebentar comigo e que se mantivesse o ritmo a que ia, era uma questão de tempo até o ultrapassar. Ao 10º km passei para 4º lugar.

Por volta do quilómetro 13 cheguei à zona das praias. Tinham-me dito que a prova acabava na praia. Chego a uma rotunda e vejo que ou ia para a areia ou tinha um subida enorme para fazer. Obviamente que estava um senhor da organização a dizer que a prova continuava para ali. Como sempre, foi tempo de dizer palavras (nada) bonitas. No final da subida, olho para trás e consigo ver o Diogo, olho para a frente e vejo a meta lá ao fundooo. Foi tempo de gastar tudo o que ainda tinha. A dois metros da meta, completamente isolado e a gostar de ouvir o público a bater palmas, aparece-me um rapaz que sai do meu lado direito e se mete à minha frente! Só tive tempo de meter a mão no ombro dele e tentar desviá-lo ao mesmo tempo que fiz o movimento contrário com o meu corpo! Não sei como não mandei uma queda enorme e o miúdo também não se aleijou. A coisa podia ter corrida multo mal.

Fonte: Ccrd Burinhosa Atletismo
A minha cara meia parva de estupefação depois do episódio com o miúdo..
E pronto. Acabei em 4º da geral (bem já começa a ser recorrente..) e em 2º do escalão, tendo acabado com o tempo de 50'10''. Não foi a melhor prova do mundo mas só tenho que sair satisfeito. Os meus colegas de equipa também conseguiram excelentes resultados, pondo assim o Vale Grande em 3º lugar por equipas!


Fonte: Ccrd Burinhosa Atletismo
Não a rapariga não ficou à nossa frente, estava a representar o 1º do nosso escalão :)
Foi a primeira vez que fiquei para almoçar numa prova. Foi qualquer coisa de surreal. Que almoço de reis! Em nenhum lado tinha almoçado assim pelo preço que foi! Só com as sobremesas que comi, lá se foi o esforço da prova ehehe Excelente organização, bom apoio do público e almoço excelente. Não se pode pedir mais. Para o ano haja pernas e disponibilidade, é para voltar com certeza!

E para semana segue a festa, 11ª Corrida das Pontes em Coruche!

Resultados: 9ª Corrida ao Farol

7 comentários:

  1. Muitos parabéns amigo! Quanto ao miúdo, já me tem aparecido alguns episódios assim também, que tanto nos podem aleijar a nós que corremos como a quem se cruza connosco. Vou-te dar dois exemplos. Na corrida do Benfica este ano, fiquei a milimetros de dar uma valente passa num atleta que resolveu, no meio do alcatrão e escondido no meio de milhares de pessoas, se abaixar para atar o atacador.

    Outra que me estou a lembrar, foi semelhante, no meio também de centenas de pessoas, há uma senhora que no meio do tabuleiro da ponte 25 de Abril, na meia-maratona, que para para tirar selfies... Nessa consegui desviar-me com mais uns milímetros de distancia, mas quer dizer... Não só se podem aleijar a eles, como a nós!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Sérgio!

      Sim assustou-me bastante o episódio! Assim de repente só me lembro de outro que foi na Corrida dos Sinos em Mafra, que já perto do final antes de entrar na pista, está uma mulher na caminhada com um carrinho de bebe que me ia dando com o carrinho em cima... existem cenas que não se compreendem.

      Abraço Sérgio e boa continuação de recuperação da lesão!

      Eliminar
  2. É de facto como dizes Vitor, há coisas que não se percebem. Eu ainda dou tolerância com pessoas que não praticam atletismo, algumas não fazem a mínima ideia que às velocidades que rolamos que muitas vezes alguns metros de distancia, não são suficientes para nos desviarmos.

    Ora, então quando são pessoas que participam em provas, tiram-me do sério. No exemplo daquele rapaz na corrida do Benfica, não terá passado pela cabeça ir apertar os ténis no passeio, ou vá lá, na berma do asfalto? Mas será que quando corre nunca teve de se desviar de um obstáculo? Ou então a outra senhora parada no meio da faixa de rodagem, numa prova como a meia-maratona da ponte para tirar uma selfie?

    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  3. E pronto...agora além de provas todas as semanas, é pódios uns atrás dos outros :) ...parabéns páh!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Carlos!

      A verdade é que também desde o início do ano que fiz muito pouca coisa em termos de provas, agora já não ganho nada em ficar apenas a treinar mais vale fazer provas :)

      Abraço!

      Eliminar
  4. Parabéns pelo 4º lugar... 2º no escalão!

    É sempre a somar! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Pronto, mais uma prova, mais um pódio.

    Tu dizes que é uma estante mas começa a poupar para um armário do Ikea...:)

    Repara que a culpa não é do miudo, é tua! eu, como chego ligeiramente mais atrás e ando, desculpa, corro mais devagar tenho tempo para tudo.

    e pronto, é só isto.

    Abraço

    PS: sim, ten todo a razão, não percebo como há pessoas que se atravessam assim e do nada.

    Mas também acontece em provas de ciclismo...e aí é bem pior...o miudo apenas queria tocar num atleta!

    ResponderEliminar