O que tenho andado a fazer...

Resposta curta: bem, nada de especial. Aliás, é um "mal" (quase) comum a todos, não é?

Resposta longa...

Tal como disse no último artigo, tive um mês de Dezembro infernal a nível profissional. A verdade é que também se prolongou durante o mês de Janeiro. Essa sobrecarga tem abrandado progressivamente e felizmente já consigo ter o tempo livre habitual na minha vida diária. Então porque desapareceste do blogue/redes sociais/YouTube? Honestamente, nem eu sei bem a resposta a isso.

Já talvez desde o Verão de 2019 que nunca tinha abrandado o meu envolvimento neste meu passatempo relacionado com a corrida. Chamem-lhe sobrecarga, chamem-lhe efeitos da pandemia, chamem-lhe o que quiserem, mas a verdade é que me soube bem durante estes dois meses desligar-me um bocado do mundo das redes sociais. Não é que não vá ao Facebook ou outras redes, simplesmente parei com aquela "obsessão" (não no sentido negativo da palavra) de estar sempre a pensar o que queria partilhar, escrever ou até filmar. 

Por outro lado, vivemos tempos que nos deixam algo desanimados a quase todos. Se já tinha este sentimento no final do ano passado, muito mais se agravou com este segundo confinamento. Estou cansado de tudo o que se passa e de tudo o que isso acarreta. Não, não estou a ficar maluco, era preciso desabar o "meu" mundo para isso. Simplesmente estou cansado, só isso. E a selva da Internet não ajuda. E muito se enganam se pensam que isto é um mal do Facebook, Instagram, etc. Tudo o nos mantenha online, neste momento parece que tem sempre forma de trazer o pior lado do ser humano ao de cima. E se muitas pessoas são assim por natureza, por outro lado outras pessoas estão apenas cansadas como eu (embora pudessem ficar caladinhas e não incendiar a Internet... mas isso são outros quinhentos).

Em Novembro e Dezembro, tal como aconteceu a todos, tive também uma desmotivação brutal com o número de provas que foram canceladas. Desde Regional de Corta-mato até ao Regional de Estrada, passando pelo Nacional de Estrada. No final de Março, está agendado o Nacional de Corta-mato. Sabem o que vai acontecer, não é? Enfim. De qualquer forma, não, nunca parei de treinar, nem nunca deixei de seguir o meu plano de treinos. A única coisa que eu admito que anda completamente fora da linha é a nutrição. Vá, mesmo essa não anda assim tão má.

Bem, mas chega de lamúrias. Estou a trabalhar para tentar ter um objetivo até final da época, algo que não esteja em risco de ser cancelado. Embora, seja impossível assumir isso. Tudo pode ser cancelado. Até lá, resta-me correr. Afinal, é isso que eu gosto, não é? E é por isso que eu escrevo aqui também. E é algo que eu vou recomeçar a fazer. Lentamente, mas vou voltar. Fica prometido.

Stay safe.

divagações
fevereiro 14, 2021
2

Comentários

  1. Tempos complicados...

    Força que tudo há-de regressar ao seu caminho

    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso reclamar muito João, é só um desabafo, mas o que interessa é estar tudo bem, com trabalho e com saúde!

      Espero que estejas bem, um abraço!

      Eliminar

Publicar um comentário

Search

Popular Posts

Análise Domyos T900C

Finalmente, o prometido já há algumas semanas! Fiquem com a minha análise à p…

2020.

Acho que estas últimas semanas conseguem refletir bem o que 2020 está a ser. Es…

Olá Garmin Connect!

Num dos meus últimos artigos, referi que estava a ponderar deixar de usar o Str…

Zurich Maratón de Sevilla 2019

Há momentos na vida em que temos de decidir aquilo que nos define. Eu felizment…

O fim de uma Era!

Há uma semana o mundo da blogosfera foi apanhado de surpresa com um novo artigo…

Contact Me