segunda-feira, 8 de abril de 2013

31ª Corrida dos Sinos

E com esta Corrida dos Sinos, finalmente as provas voltaram a sério!

Dado que moro numa aldeia na região de Sintra, não tive grandes dificuldades em chegar a Mafra, evitando autoestradas e sem pressas nenhumas. Excelente temperatura, com o sol a dar, por vezes, o ar da sua graça. Destaque para as excelentes acessibilidades para esta prova, com muito sitio de estacionamento na zona de partida. 

Após a Fernanda do CDUL me dar o meu dorsal, eu e o Miguel lá fomos para o ritual do aquecimento. Como já aconteceu algumas vezes, pomos-nos a brincar com o tempo, e depois temos de 'trabalhar' bastante para nos enfiarmos num lugar de jeito na partida. Temos mesmo de nos começar a despachar :p

Sendo a minha primeira corrida dos sinos e não sabendo mesmo o percurso que iríamos fazer (durante a corrida apercebi-me que conhecia perfeitamente todo o percurso, com o pormenor de já o ter feito diversas vezes, mas de bicicleta), tinha apostado em fazer menos de uma hora, dado não estar nas melhores condições fisicas ainda, e já antecipando a única informação que tinha: a volta era sempre a subir.

Para fazer a prova numa hora, tinha pensado fazer os primeiros quilómetros a 4:00\km, acelerando quando o corpo começasse a pedir. O problema é que o corpo depois do primeiro quilometro e de toda a confusão normal a que este é associado, já estava a andar quase para 3:40, ao que eu tive de meter um pequeno travão, se não nem a meio chegava :) Acabei por fazer toda a corrida abaixo dos 4:00, sendo a única exceção o primeiro quilometro da volta, ou seja, sempre a subir! Ao passar na Aldeia Típica José Franco (Sobreiro) estava a dar em alto e bom som música pimba, e dado que o troço à ida era a descer, eu ia todo lançado e até me comecei a rir com a música, mas à vinda e com a música sempre a dar, a minha cara tinha tudo menos alegria estampada. É sem dúvida a marca do circuito.

À chegada, sendo sempre agradável chegar numa pista de atletismo, começo então a 'sprintar' para gastar as últimas energias, mas eis que me acontece uma estreia: um atleta de uma casa do Benfica que eu tinha ultrapassado no último quilometro passa em grande velocidade por mim antes da meta. É caso para dizer: cá se fazem, cá se pagam :) 


Gostei mesmo muito desta estreia nos sinos, excelente ambiente, circuito e organização. Só apenas um reparo a fazer: já que usam chips, podiam iniciá-los quando o atleta realmente passa pela partida, e não no tiro de partida. Eu e o meu colega Miguel, registamos ambos 15,2km de prova, em que eu fiz cerca de 59:30 e ele cerca de 01:02:00, e nos resultados finais aparecemos com quase um minutos a mais (coisa inédita para mim, ter um tempo menor no relógio do que o tempo liquido da organização da prova). Quanto à posição, fiquei em 33º do meu escalão (num total de 241 atletas), e em 104º da geral (num total de 1356 atletas).

Para a semana é a primeira prova do BES Run Challenge, em Cascais. Passado mais de três meses, a minha distância preferida: 10km! Vamos ver se vou conseguir cumprir os meus objetivos. Até lá, espera-me uma boa semana de treinos e de trabalho.

Beijinhos e abraços a todos!

1 comentário:

  1. Olá Vitor!
    Excelente participação!
    De facto deviamos ter o chip à partida mas... prontus. Nos vamos orientado com os nossos gadgets.
    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar