domingo, 16 de março de 2014

24ª Meia Maratona de Lisboa

Após uma semana difícil em que tive de abrandar o ritmo devido a dores num tendão (o meu famoso semitendinoso), participei na prova mais famosa de Lisboa.

Com um estado meteorológico perfeito e um percurso fácil que agarra qualquer mente que quer testar o seu corpo em ritmos elevados, esta meia maratona tinha tudo para ser um marco pessoal para mim. Tinha o objetivo de baixa da hora e vinte minutos, mas não pensei naquilo que realmente caracteriza uma peça dessas dimensões: a extrema confusão nos quilómetros iniciais.

Fonte: Marathon Foto
Os primeiros quilómetros foram realmente muito custosos, parecendo uma verdadeira prova de barreiras, sendo que mesmo assim só um quilómetro após a separação da meia e da mini maratona, é que realmente consegui impor o ritmo real que queria para esta prova. Tive imediata consciência que não ia fazer o tempo que queria, os minutos perdidos tornam-se irrecuperáveis, e só um ritmo astronómico (para mim) na restante prova é que poderia levar a fazer o tempo desejado.

Gorado o meu objetivo, tentei andar sempre a um ritmo estável e por volta do quilómetro 15 tentei puxar pelos meus limites. Esse esforço resultou num agradável tempo de 01 22 54, um tempo semelhantes ao que fiz à duas semanas 20+1 km Cascais. Quanto à classificação fiquei em 349 (em 9629) da geral e 146 (em 2497) do meu escalão. 

Fonte: Marathon Foto
Agora é tempo de descanso e treinos leves pois as dores tornam a aparecer e há que ter juízo para não repetir erros do passado. De qualquer forma a carga é para diminuir, pois só tenho programadas provas com menos de 15 quilómetros, sendo a próxima a prova de Cascais dos BES Run Challenge com os seus cerca de 13 quilómetros. Até lá!

2 comentários:

  1. Mesmo assim fizeste um tempo excelente! Parabéns! Mesmo assim ainda me correu pior que a ti. Quando foi a partida ainda estava na confusão a tentar descer para a praça das portagens...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ias fazer a meia? Fogo, então houve um grande atraso nos transportes não?

      Eliminar