segunda-feira, 19 de maio de 2014

BES Run Challenge 2014 Costa da Caparica

Desde Dezembro passado, altura em que voltei aos treinos, tenho feito diversas provas. Umas mais curtas, outras mais longas, mas faltava uma distância que é sem dúvida a minha preferida: os 10 km. Sem me ter apercebido e apesar de um bom número de provas já feitas está época, ainda não na feito nenhuma de 10 km (eu sei que a prova de Sintra tem esta distância, mas sinceramente não conta :) 

Num dia que prometia muito calor, tive que ir cedo para a Costa da Caparica para levantar o dorsal. As informações diziam que apenas entregavam até 15h, fazendo-me sair extremamente cedo de casa, mas no entanto às 16:30 ainda estavam a entregar dorsais. Algo a retificar HMS. Aproximando-se a hora da partida, reparei que desta vez estava melhor acompanhado no bloco de partida dos sub40, existindo melhores atletas em prova face à prova de Sintra. Porém continuo sem compreender o porque de pessoas convidadas para fazer a prova que vão para fazer 50/60 minutos, têm acesso ao bloco sub40 só porque têm uma pulseira a dizer convidado. 

Não conhecia bem o percurso que ia fazer, tendo algumas surpresas. Os primeiros 5 foram feitos a um bom ritmo, passando pelo pontão da Costa com alguma areia à mistura. Depois dos 5 km, para minha surpresa entramos numa prova de trail. Quase 2 km por um trilho de areia que praticamente impossibilitava ultrapassagens, dificultava a visão por causa do pó que ia ficando no ar. Foi portanto tempo perdido e um maior esforço físico que teve consequências no final. Depois de outra fase de estrada, a partir de cerca do final do 8 km, foi altura de entrar num parque em que imperava outra vez um piso com gravilha. Até ao final foi um sofrimento, a querer esforçar o corpo ao máximo quando este já não tinha energias para dar.

Com o objetivo de fazer um tempo abaixo dos 37 minutos (batendo assim o meu recorde pessoal), acabei com um tempo 37’21’’. Não fiquei triste nem chateado pois tenho esse objetivo para cumprir em Lisboa mas acabei a prova com a sensação de que se não houvesse invenções no circuito, esta teria sido uma prova com um ritmo mais elevado. Terminei num agradável 31º lugar da geral (de 2169) e em 9º do escalão (de 504), verificando-se assim a afluência de melhores atletas nesta prova face à anterior prova em Sintra.

Apesar do pouco apoio, foi bom ver muita gente na ruas da Costa da Caparica. Uma ressalva positiva também para os dois abastecimentos durante uma prova de 10 km, essenciais para um dia de extremo calor. Fica a sugestão de em Lisboa, verificar-se a possibilidade de a prova ser às 18h, pois se este calor continuar (apesar de entrarmos agora numa semana mais chuvosa) poderá ser sofrível competir com um tempo tão quente.

5 comentários:

  1. Boas!
    Conheço bem a zona e sei bem onde andaram... até pela Mata da Cova do Vapor passaram!! Não imaginava que esta prova iria ser assim....
    Parabéns pelo tempo cronometrado, pareces um relógio suiço a andar nos 3:40 e qualquer coisa!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O percurso era bonito, mas terra batida não é mesmo para mim..

      Obrigado, é reflexo que o treino está a dar resultados :)

      Um abraço!

      Eliminar
  2. Engraçado este circuito do BES, as provas têm sempre qualquer coisas as distingue das normais... Se bem que desta vez não me pareceu lá grande inovação. Olha é mais uma que é de 10km mas não é bem eheh De qualquer maneira - tempo canhão! Não admira que tenhas levantado muito pó eheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos em Lisboa não vão inventar, tendo em conta que é englobada na Corrida de Santo António :)

      Obrigado Filipe! Um abraço!

      Eliminar
  3. Senti exactamente o mesmo, apesar do meu ritmo ser bem mais lento...

    http://as4feirasdaminhavida.blogspot.pt/2014/05/bes-run-challenge-costa-de-caparica.html

    ResponderEliminar