segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

25º GP Fim da Europa

Inscrevi-me a 15 de Setembro de 2014 para o Fim da Europa. Foi a primeira vez que me inscrevi com tanta antecedência para uma prova. É normal, também ainda não tenho muitos anos disto e ainda não estou habituado a fazer planos a médio prazo numa época. Inscrevendo-me com tanta antecedência fez-me pensar montes de vezes sobre a prova e claro sofrer antecipadamente. Mas o maior sofrimento foi nos treinos, apesar de não ter feito uma preparação enorme, ainda fiz algumas semanas de preparação metendo mais declive nos treinos, fazendo treinos intervalados com o maior declive possível e aumentando os meus treinos longos.

Odeio fazer provas que envolvam muita logística. Eu adoro é correr. Agora ter que me levantar montes de horas antes de uma prova, a coisa perde a piada para mim. A sorte é que fui encontrando sempre caras conhecidas e praticamente tive sempre companhia antes da prova. Mais uma vez conheci várias pessoas que estão por trás de blogs e de perfis no Strava. É sempre um gosto especial! Foi com algumas dessas pessoas que fiz o aquecimento, João Oliveira, João Jorge e Ricardo Cabo. Uns bons minutos de descontracção pelas ruas de Sintra.

25º GP Fim da Europa
Fonte: Fim da Europa
Partida dada, foi hora de começar a subir. Já conhecendo estas subidas (provas dos BES Run Challenge em Sintra), preferi não abusar logo na partida, seguindo num ritmo confortável. Porém quando dei por mim seguia isolado já só com alguns atletas à minha frente. Aos 3 quilómetros sensivelmente, com os atletas à minha frente ainda no campo de visão percebi que estava em 4º. Mais à frente quando já estava a acabar a primeira fase de declive positivo ainda consegui ir para 2º, mas rapidamente perdi a posição para os outros dois atletas. E aqui começou a minha luta sozinho nesta prova: os atletas à minha frente distanciaram-se e mesmo algumas retas mais longas nunca via ninguém atrás de mim.

25º GP Fim da Europa
Fonte: Fim da Europa
Nesta foto dá para ver perfeitamente o quão perto estavam os primeiros lugares, mas acabamos todos com diferenças de um minuto!
Neste ponto do texto, tenho que agradecer a todos os ciclistas, trailistas e pessoas que passeavam que davam força aos atletas. Foi mesmo muito bom naquele “deserto” que é a serra de Sintra ouvir tantas palavras motivadoras. Seguindo o constante sobe e desce, fui-me aproximando do famoso quilometro 10. Quando comecei a subir, feito parvo e ignorante passou-me pela cabeça “então isto é que a famosa parede?”. Ah, que idiota. Passado umas centenas de metros a parede dá-me uma chapada de mão fechada e a seguir tenta-me arrancar os pulmões do meu corpo. Nesta fase a minha cabeça pensa “estás completamente isolado na tua posição, podias andar um bocadinho…” ao que o meu coração e pernas pensam “porra mas tu andas-te a treinar para agora vires para aqui andar?! Deves estar estúpido!”. E pronto passado mais uns bons metros a subida acabou e pude soltar umas palavras menos agradáveis e que não merecem transcrição :)

Sobre os quilómetros a descer não há grande história, apenas a beleza daqueles quilómetros e o bom tempo que estava para poder apreciar a paisagem. Sempre num ritmo confortável, sem desacelerar mas também sem descer que nem um maluco. Foi aqui a primeira vez que pensei que o trabalho de força que tenho vindo a fazer me ajudou, as dores não era muitas e a fadiga muscular das subidas também não era enorme. E o mesmo posso dizer do dia de hoje, pensei que fosse estar em bem pior estado.

25º GP Fim da Europa
Fonte: Vanda Abreu
Mesmo com tanto texto, acho que já deu para perceber que acabei em da geral (de 2238) e do escalão, com um tempo líquido de 1h03’13’’! Foi um resultado fantástico tendo em conta a prova que é! Mas não posso deixar de dizer que o meu bichinho ambicioso ficou chateado porque em algumas classificações que tinha visto de anos anteriores, os três primeiros nunca tinham sido todos séniores, ficando assim de fora a hipótese de subir ao pódio do escalão.

Na última vez que fui correr a Sintra, jurei aqui que nunca mais fazia nenhuma prova que envolvesse aquela maldita serra. Pois bem, desta vez digo: hei-de voltar para o ano e ainda há-se ser melhor do que este ano! Adeus e bom dia.

Resultados: 25º GP Fim da Europa

11 comentários:

  1. Prova extraordinária, Vítor! É o que digo, se fosse possível dedicares-te a 100% ao Atletismo, até onde chegarias?!?

    Achei piada a essa chapada da famosa parede. Feita de carro, a subida inicial assusta mas essa não parece nada de especial, mas lá, dói-me e bem! Ia com um colega que estava a fazer pela primeira vez esta prova e ele também me perguntou se aquilo é que era a famosa subida. Também lhe disse "espera..." Passado um pouco... podes imaginar como ficou, eh eh!

    Força para um ano ainda mais espectacular! :)

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado grande João! Pois isso será sempre uma incógnita, a maior ainda seria se eu me tivesse dedicado ao atletismo desde "novo"...

      Pois acho que a primeira vez que alguém faz esta prova deverá sempre passar pelo mesmo :p

      Obrigado mais uma vez!

      Um abraço

      Eliminar
  2. Isso é que foi puxar a "carroça" serra acima!

    Grande trabalho mais uma vez! Fantástico!

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Que grande prova Vitor, e que tal voltares já em 2015? Suponho que este ano também se realize a versão de Verão desta prova, a Running to the sunset.

    Se houver, eu cá vou à procura dos 58 segundos que perdi nesta prova, eheheheh

    Muitos parabéns! E tás a ver amigo, de manha em Sintra, eu bem te disse que ias arrasar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois sinceramente gostei tanto que estou mesmo a considerar ir à versão de Verão da prova :) veremos!

      Sim tinhas razão! Obrigado :D

      Um abraço!

      Eliminar
    2. Bora à de Verão Vitor! Se houver eu estarei por lá!

      Eliminar
  4. Pfff Brutal, mas uma vez! Espectáculo, outro nível! Muitos parabéns Vitor! Tenho pena de não vos ter visto na partida, estava a tratar da logística :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Filipe!

      Pois ainda não foi desta! Realmente a logística (embora não fosse complicada como fizeram crer, vá a tua foi :p) fez com que algumas coisas fossem à pressa! Fica para a tua próxima prova de estrada :)

      Abraço

      Eliminar