terça-feira, 7 de julho de 2015

15km de Benfica do Ribatejo

Apesar de já terem passado uns dias (já lá diz o João Campos, porque a vida não é só corrida), cá venho apresentar o relato da penúltima prova de esta época. Esta prova foi mais uma das minhas escolhas para sair fora da rotina das provas cá da zona (Lisboa, Cascais, Sintra..), porém desta vez a organização local falhou. Custa-me dizer isto pois tal como o Filipe Torres falou da Lousã, viu-se que a organização se esforçou para as coisas correrem bem. E correram bem. Só que não. Bem vamos ao relato.

Fonte: Marisa Silva
O dia começou cedo, a prova era às 9:30 e havia uma boa viagem pela frente. Equipa reunida, nem se deu pela viagem (já disse que o pessoal desta equipa é brutal?) sempre na conversa. Dorsais recolhidos, equipar e aquecer. Cedo se percebeu que a prova não ia começar a horas mas mesmo assim às 9:45 estávamos a ouvir o apito da partida dado pelo antigo árbitro Pedro Henriques. Primeira surpresa da prova: não havia controlo policial. Então e o que seguia na frente da prova? Um daqueles triciclos/lambreta de caixa fechada. Nada tóxico apanhar com a fumarada daquilo. Parti na frente mas não tardou em o Pedro Januário abrir a passada e manter-se em 1º até ao fim (deu logo para perceber que não iria conseguir acompanhar a passada dele). No 1º km ainda fomos presenciados pela cena épica da lambreta numa curva se meter entre um trator e um carro em andamento e ir-se abaixo. E claro nós (quatro primeiros), tivemos de passar pelo meio daquele belo serviço. Nada perigoso.

Ainda nem o 2º km tinha acabado e já o Kikas (colega de equipa) me vinha a dizer que aquilo ia dar confusão. As ruas 80% tinham grades a fechar, o problema eram as restantes 20% que não tinha qualquer marcação. A prova estava partida em cerca de três grupos e isso teve consequências graves. Já lá vamos. Segui até ao 5º quilómetro em ritmo de prova de 10kms e talvez fosse possível manter esse ritmo se continuasse com a companhia do Kikas mas ele ficou um pouco para trás e seguiram-se quase 10 kms sempre sozinho a ver o 1º lugar a bastante distância.

Fonte: Marisa Silva
Não existe mais grande coisa para contar sobre a minha prova, os segundos 5 kms da prova foram feitos com bastante calor mas para compensar (negativamente) os últimos 5 foram feitos com bastante vento contra. Quando estava a chegar à meta começo a ver alguns atletas a chegar à meta. Fiquei ?!?!? Passou-me um turbilhão de pensamentos pela cabeça numa questão de poucos segundos: enganei-me? eles vinham mesmo à minha frente? será que ainda tenho de ir dar a volta a outro lado? Virei para a meta e passei sem qualquer festejo na ânsia de perceber o que se passava. Olhei para o relógio: 15km certos. Então mas que raio?!?! Pois bem, o 2º grupo que se formou no início da prova fez uma distância de ~13,5km e os restantes fizeram 16,5km. Chegou ao cúmulo de uma pessoa passar na meta no sentido contrário.

Curiosamente, tirando alguma confusão naqueles minutos em que estávamos ali os primeiros ~20 "classificados", não existiu mais confusão (vá tirando um Zé qualquer que estava lá a estrabuxar ninguém percebeu mesmo porquê, parece que já é um daqueles emplastros das provas), o que prova o bom ambiente que se vive nestas provas locais. Se fosse em Lisboa, caia o Carmo e a Trindade.

Para atenuar isto tudo, fiquei em 2º da geral, 1º do escalão e o Vale Grande ainda ficou em 1º por equipas (mais que merecido pois os 4 primeiros da geral fizeram o percurso a 100% e desse 4, 3 eram nossos eheh (eram os 3 primeiros da equipa que pontuavam)). No final seguiu-se a bela sopa da pedra (estava bem boa!) e bifana. E lembrei-me agora, recorde pessoal aos 15km, com 52'42'' :)

Fonte: Marisa Silva
Se é para voltar? Não sei. Mas com certeza a organização vai aprender com os erros deste ano e para o ano a prova será sem dúvida muito melhor. No próximo sábado será a última prova de época. Estarei pela primeira vez Légua Noturna de Odivelas. Será um gosto correr na cidade que me viu nascer!

Resultados: 15km de Benfica do Ribatejo

EDIÇÃO: Bem já me informaram que nas últimas duas edições também houve falhas destas e que as coisas não são bem o que aparentam... portanto foi mesmo a primeira a última vez que vou a esta prova. Quem não aprende com os erros, também não merece respeito.

4 comentários:

  1. Antes de mais, parabéns pelo 2º da geral, 1º no escalão, 1º por equipas e ainda pelo novo RP aos 15km - gastei os parabéns contigo para os próximos 2 meses :):):)
    ... essa prova não correu nada bem à organização, acho que são falhas a mais, mas pronto, ninguém se aleijou pelo menos ... têm muito para corrigir.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  2. 52.42 em 15 km?!? E com calor?!? Muitos parabéns!!!! Que máquina!!!

    Sobre o resto, ultimamente já são casos a mais (Luzia Dias, Arroz, esta...)
    Essa de atletas cortarem a meta em sentido contrário é anedótica!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Bem... o que importa é chegar à meta, se é em sentido contrario... lol

    Fora de brincadeiras, a organização têm de afinar isso!

    52'42", estás com um andamento brutal!

    Parabéns Vitor

    ResponderEliminar
  4. Ahhh, o menino é de odivelas :)

    Bom, ao que interessa, os resultados!

    Muito bons, o teu e o da equipa, todos de parabéns!

    Em relação à organização, e ainda mais se é repentente, é mesmo de cortar e pronto!

    Abraço

    ResponderEliminar