segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Meia-Maratona dos Descobrimentos 2015

Primeiro objetivo 2015/2016 ü

Como estou farto de dizer, nesta prova tinha o objetivo de bater o meu recorde pessoal à meia-maratona, obtido na mesma prova em 2014. O percurso é bom para recordes pessoais, a prova é boa pois não há a confusão típica das meias das pontes e a altura do ano tem sido sempre perfeita. Então ontem as condições meteorológicas estiveram perfeitas.

Depois de me reunir com o pessoal do Vale Grande e todos estarmos equipados com o dorsal, foi altura de começar a aquecer. Como manda a tradição (vá tradição minha), com o aquecimento vem a vontade de ir à casa de banho. Para variar, havia poucas casas de banho e estava uma fila que acho que ainda hoje lá estava à espera. Aquecimento feito, fui para o meu bloco de partida (saúdo a Xistarca em pôr blocos na partida de uma meia-maratona, ouviram Maratona Clube de Portugal?) e depois de alguma conversa, a partida foi dada.

Primeiro quilómetro feito num ritmo controlado, temos a subida até ao estádio do Restelo que é sempre complicada. Um grupo de três atletas foi-se logo distanciando nos primeiros quilómetros, seguindo eu num 2º grupo com mais três atletas. Depois da descida do 3º km, chegámos à Avenida de Brasília e a prova começou realmente. Não há muito para contar. Durante alguns quilómetros segui atrás do grupo de três atletas mas quando percebi que poderia estar a ir lento de mais, consegui ir para a frente do grupo e por lá me mantive, indo por vezes lado a lado com o conhecido António Sousa.

Foto: M_F_Borges Runners Photos
A poucos quilómetros da viragem (13/14km) o vento começou a puxar mais um pouco e o que era uma brisa agradável transformou-se em algo mais incomodativo. Mas nada de grave. Um pouco antes no último abastecimento tinha pegado num gel que estavam a distribuir. Penso que foi a 3ª vez que ia tomar um gel na vida. Tinha tudo para correr mal. Pouco antes da viragem vou para tomar o gel, aperto a embalagem e rasgo a embalagem com os dentes. Podem imaginar o resto: um jato de gel disparado para a minha cara. Asneiras que foram ditas à parte, tomei o gel e não me caiu mal. Penso que poderá ter haver com facto de não sei muito pastoso como alguns gels que há para ai.

A viragem foi uma coisa violenta. Mal contornamos o pino ou lá o que era, o António Sousa dá um esticão que eu até fiquei parvo. Acelerei o andamento também mas longe do ritmo a que ele estava a andar. Olha paciência. Percebi que conseguia aguentar aquele ritmo mais elevado e deixei-me ir, fiquei completamente isolado pois os outros atletas ainda ficaram mais para trás. A partir daqui a prova transformou-se para as minhas pernas, parecendo que estava numa prova de 10km.

Foto: Luis Duarte Clara
Como sabem dou muito valor a quem gasta o seu precioso ar durante uma prova para me apoiar, por isso não quero deixar de agradecer a todos mesmo por todos os gritos de apoio que ouvi durante esta 2ª parte da prova. Foram mesmo uma grande ajuda. Obrigado! Ao chegar ao penúltimo quilómetro também lá tinha o Miguel Heitor à minha espera. Fez 400 metros comigo que me ajudaram imenso. Obrigado também! Ao entrar nas últimas centenas de metros, o público que estava a assistir à prova também parece que me entusiasmou e nem sentia cansaço, era puxar para acabar!

Fonte: Marcelino Almeida
Cortei a meta com quase 2 minutos a menos que o meu recorde o ano passado, 01h13m15s. Como se não bastasse ainda tinha cortado a meta em 5º lugar da geral. Eu sei que como não havia prémios monetários e os tubarões ficaram em casa, mas tenho de admitir que tem um gozo especial terminar em 5º lugar numa meia-maratona em Lisboa. E a cereja no topo do bolo. Apesar de ter sido o 3º fim de semana seguido em que terminei em 5º da geral, desta vez fiquei em 3º do escalão! Foi uma excelente recompensa final pelo treino que fiz para esta prova.

E pronto agora poderia dizer uma lamexice qualquer mas simplesmente quero que venha o próximo desafio e treinar para ele! São Silvestre da Amadora, espera por mim!

Resultados: Meia-Maratona dos Descobrimentos 2015

14 comentários:

  1. Muitos parabéns!!!
    Já não é a primeira vez que o digo: Se pudesses ser profissional, até onde chegarias?!?
    Mesmo assim, marcas FANTÁSTICAS!!!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado João!

      Sinceramente não sei, gostava de ter essa experiência numa outra vida :)

      Abraço!

      Eliminar
  2. Parabéns :) Mais uma excelente prova!!!

    ResponderEliminar
  3. Espectacular Vitor ... muitos parabéns.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  4. Parabéns!

    Abraço

    PS: posta aí uma foto do armário que tiveste que comprar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ehehe Obrigado! Por enquanto o que já não cabe na prateleira, está a ir para o chão... o armário virá na minha futura casa :)

      Abraço

      Eliminar
  5. Fantástico Vitor!
    RP de 1:13... 5º lugar na geral!
    Sempre a melhorar!

    Parabéns!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Luis!
      E espero ainda continuar a melhorar :)

      Um abraço

      Eliminar
  6. Muitos parabéns, passei por ti, tentei apoiar-te mas a tua velocidade era tanta que não deu para isso ;) Continua com essa força que mais e melhores resultados vão continuar aparecer.
    José Jorge Mota.

    ResponderEliminar