sábado, 22 de abril de 2017

Grande Prémio Atletismo “Sobral a Correr – Troféu José Manuel Gil Alves”

Mau. Péssimo. Há dias assim. Mas eu sei o que vocês vão dizer no final deste texto: "então mas este gajo fica em 2º e ainda diz que foi mau?". Vocês sabem que eu sou ambicioso. Vocês sabem que eu quero estar sempre nas melhores condições. E hoje não me senti assim.

Este mês eu não tinha intenção de participar em mais nenhuma prova, apenas a prova do 1º de Maio (e mesmo essa... já vão perceber porquê). Mas a meio desta semana, fomos desafiados pelo nosso colega Luis Vasconcelos a irmos como equipa a Sobral de Monte Agraço fazer uma prova de inscrição gratuita. Olhei para o treino que tinha para fazer sábado, 7.5km a 3:22\km, e a prova tinha exatamente 7.5km. Portanto adequava-se na perfeição ao que eu queria.

Junto com o Rui Martins, fomos para Sobral de Monte Agraço. Dorsais distribuídos, tempo de um aquecimento. Com as distrações normais de um início de prova, acabei por me esquecer de comer algo. Não sei se isso terá tido influência na quebra de hoje, mas sinceramente penso que sim. Outra falha foi o aquecimento algo lento. Eu não estava em modo prova, estava em modo treino e por isso deveria ter sido um aquecimento mais rápido e intenso para preparar as pernas para o que vinha ai.

Partida dada. Um atleta isolou-se rapidamente na frente, enquanto eu seguia num grupo atrás dele. Logo para abrir são quase 300m a subir. Percebi logo que aquela prova não seria o treino que eu tinha planeado. Subidas daquelas aliado ao facto de me estar a sentir bastante fraco das pernas, não podia resultar em grande coisa.

Formou-se um grupo de 4 atletas (comigo incluído) que seguiam em perseguição do atleta que seguia na frente. Tive juízo e deixei-me ir no grupo. Se a prova ia ser aquele constante sobe e desce, e eu não me estava a sentir bem, mais valia apostar na classificação. No grupo seguia um atleta que também tinha seguido comigo na Corrida dos Sinos. E que me ganhou no último quilómetro sem misericórdia. Bom pronuncio portanto.

Sempre controlado nas subidas e tentando compensar algo nas descidas, foi aos 3km e pouco que apareceu a pior subida. O meu ritmo foi até aos 4:00\km mas optei por não esforçar. Neste momento já só seguíamos 3 atletas no grupo e tentando aliviar a pressão, pensei "lembra-te, o teu objetivo é a Corrida 1º de Maio". O meu pensamento seguinte foi "foda-se, ainda não me inscrevi!!!". Juro que até tive uma quebra na passada. As inscrições acabam dia 24, ainda estou a tempo eheh.

Ao quilómetro 5 foi o momento em que finalmente apanhámos o atleta que seguia na frente desde o início. Já só seguia juntamente com o Francisco Pedro, o atleta veterano III que me ganhou nos Sinos. E percebi naquele momento que a classificação já estava feita.

O último quilómetro da prova é feito na mesma subida inicial e foi ai que perdi a hipótese de tentar o 1º lugar. Não tive pernas para responder ao ataque do Francisco e limitei-me a vê-lo subir à minha frente e a tentar perceber se tinha em risco a minha classificação. Mesmo assim nos últimos 400m decidi não baixar os braços e quis vender caro a "derrota". Ganhei alguns metros mas não os suficientes para me conseguir ameaçar a vitória do Francisco.

Cortei a meta com um 2º lugar na geral e 1º no escalão. O tempo foi péssimo, 24m49s para 7km (menos 500m que os anunciados, embora isso não me chateie). Média de 3:32\km, longe do objetivo que tinha no meu plano de treinos. Ainda conseguimos um 2º lugar coletivo, apenas perdendo para a equipa enorme da Casa do Benfica de Torres Vedras.



Bem e agora? Chega de chorar, ainda há alguns dias de trabalho e depois será gerir até ao dia 1 de Maio, para aquela que será a minha primeira participação nesta prova. Ate lá!

Resultados: Grande Prémio Atletismo “Sobral a Correr – Troféu José Manuel Gil Alves”

3 comentários:

  1. Há resultados e resultados, sensações e sensações. E segundo parece, estas não foram as melhores. Mas são estas que também nos ensinam.
    Força para o 1 de Maio! (Tem que fazer parte do currículo... por isso não te esqueças de inscrever!)

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos sempre a aprender João. E nunca nos podemos negar a tal :)

      Já me inscrevi, lá estarei para acrescentar esta mítica prova ao meu CV!

      Um abraço!

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar