VIII Memorial Francisco Lázaro

Finalmente a minha época acabou! E que excelente maneira de acabar, com uma prova dura em que senti que o corpo estava preso e a pedir férias mas com um resultado final que me surpreendeu.

Esta prova situada no bairro de Benfica (com inicio junto ao Clube Futebol de Benfica) tem como objetivo homenagear o primeiro atleta olímpico a representar Portugal numa maratona e que morreu durante a sua estreia nessa mesma prova. Como qualquer outra homenagem que se faz neste pais (excluindo o futebol) a adesão foi das coisas mais ridículas que já vi. Se ouvi uma pessoa a bater palmas foi muito (talvez produto da minha imaginação).

Fonte: Marcelino Almeida
O que salva o miserável público são as amizades neste mundo das corridas e que acabamos sempre com quem ter uma boa conversa, seja no inicio, durante ou no fim da prova. Depois de um aquecimento com o Miguel Heitor, lá fui para a partida que já estava algo preenchida. O inicio acabou por ser rápido, não existindo os famosos zigzags que somos sempre forçados a fazer. Eu como sempre nem me lembrei de perceber o percurso que iria fazer na prova e não sabia o que me esperava. Logo aos 2 quilómetros uma subida que ia dando cabo de mim seguida de uma descida em que, para variar, toda a gente me passa (algo a rever na próxima época).

Pensei, "há-de ser apenas esta subida". O quanto estava enganado. A partir do quilómetro 5 foi uma alegria de sobe e desce sempre em grande sofrimento, esquecendo os ritmos e pondo de lado qualquer recorde pessoal que pretende-se alcançar. Quando chego ao relvado e faço a ultima curva antes da meta olho para o relógio e vejo um 35 na casa dos minutos. Não consegui acreditar. Passando a meta olho para o relógio e vi 35'58''. A distância provavelmente não era os 10 quilómetros mais exatos do mundo da corrida, mas pelo que percebi de outros relógios a variação andava no máximo entre 25 a 50 metros. E portanto, embora não seja uma distância exata, batido um novo recorde aos 10km, ficando com 36'01'' de tempo oficial! Acabei em 8º da geral (de 363 classificados) e em 4º do escalão (de 79 classificados). Por um lugar, não fui ao pódio mas a verdade é que fiquei quase a 1 minuto do 3º classificado do escalão (ainda tenho de comer muita sopinha :)

Fonte: Marcelino Almeida
Bater duas vezes o recorde aos 10km na mesma época é excelente e um grande prenúncio sobre os objetivos da próxima época. Sobre os mesmos falarei daqui a algum tempo, tal como um resumo desta época. Agora é tempo de descanso da corrida e do trabalho, está na hora de passar uns dias "de papo pro ar"!

 
Francisco Lázaro
julho 21, 2014
7

Comentários

  1. Muitos parabéns pelo grande resultado! :)

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Grande tempo Vítor!

    Excelente!

    Abraço

    João

    ResponderEliminar
  3. On fire jovem Vítor.

    Quanto ao publico...homenagem é feita por quem corre. Não te aborreças porque as pessoas não ligam de uma forma geral ao desporto

    ResponderEliminar
  4. Também lá estive mas sou de outro campeonato, grande tempo e com amrgem para melhorar, muito bom mesmo.
    Boas férias.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Search

Popular Posts

Análise Domyos T900C

Finalmente, o prometido já há algumas semanas! Fiquem com a minha análise à p…

Zurich Maratón de Sevilla 2019

Há momentos na vida em que temos de decidir aquilo que nos define. Eu felizment…

Corrida da Árvore 2015

Sabem uma coisa? Já andava ressacado com falta de provas. Apesar de ter ido aos…

2020.

Acho que estas últimas semanas conseguem refletir bem o que 2020 está a ser. Es…

MultiSport Weekend Coimbra 2021

Não sei começar este artigo. A última vez que escrevi sobre uma prova foi em 16…

Contact Me