57º Grande Prémio de Natal

Durante as últimas 4 semanas um dos meus pensamentos foi: mas porque raio haveria eu de fazer 4 provas seguidas? Enfim. Se a parvoíce pagasse imposto. Com o GP Natal de hoje acabou este ciclo, que apesar de ter sido bastante positivo com recordes pessoais e dois pódios, foi também cansativo pois exige um constante esforço/recuperação. E acima de tudo retira a paz de treinar sem preocupações sempre com o pensamento na cabeça que não podemos dar cabo do corpo no treino porque temos de estar em forma para a prova que se aproxima.

Depois destas 3 semanas de grandes esforços, culminando com a meia maratona no último domingo, eu hoje não me sentia a 100%. Tenho tido algumas dores que não tenho recuperado como deve ser e com o frio que se tem sentido ainda mais preso me sentia. Depois de um bom aquecimento, foi altura de ir para a partida, que devido à quantidade de gente que já lá estava, me obrigou a andar a fazer salto ao eixo na grades para poder ficar bem colocado. Esta prova começava às 11 da manhã mas antes disso já andavam a dizer que as provas anteriores (dos outros escalões) estavam atrasadas, porém começou à hora exata. Esta prova marcou também o meu regresso com a camisola do CDUL, que visto sempre com o maior prazer!

Fonte: Portugal Running
Os primeiros quilómetros realizaram-se num bom ritmo sempre abaixo dos 3:30\km, ritmo que começa a ser agradavelmente uma norma nas minhas provas. É sinal que o esforço dos treinos está a fazer efeito. Já lá dizia umas das típicas frases motivacionais: não fica mais fácil, nós é que ficamos mais fortes. Mariquices à parte, os restantes quilómetros foram feitos sempre na "red line" com as descidas e subidas dos túneis de Lisboa, principalmente devido a três atletas que seguiam comigo e com um deles a dizer-me para irmos buscar o grupo da frente. Se não fossem eles, talvez não me sentisse picado para puxar tanto.

Fonte: Amantes da Corrida
Depois do 8º km (o pior para variar), seguiram-se os dois quilómetros famosos que vão desde o Saldanha aos Restauradores. Sendo honesto e bastante direto: eu sou uma merda a descer. Não há outra palavra que o defina. No último quilómetro, consegui perder 3/4 lugares. Não que isto me chateie assim tanto afinal não iria fazer diferença nenhuma em relação aos primeiros lugares mas é sinal da minha fraca prestação a descer.

(Grande foto, obrigado!)
Acabei por passar a meta com 33''53', baixado assim (outra vez) a minha melhor marca aos 10 km! É verdade que a descida final ajudou muito mas o restante percurso acaba por ser de alguma dificuldade com sucessivas descidas e subidas. Este tempo acaba por ser um recompensa brutal depois destes meses de trabalho. Quanto à classificação, fiquei em 17º do escalão (em 272 classificados) e em 26º da geral (de 1665). Nada mau tendo em conta que houve dinheiro à mistura.

Agora segue-se uma semana contranatura que muita gente não concordará: vou descansar, fazer algum descanso ativo e passivo, dar descanso ao corpo. A época é longa, eu não sou de ferro e quem manda sou eu :)

57º Grande Prémio de Natal
dezembro 14, 2014
12

Comentários

  1. PARABÉNS por mais um fantástico record! És uma máquina impressionante!!!

    E fiquei a saber que não sou só eu que sou uma merda a descer :)
    Orgulho-me que até subo bem mas a descer sou uma desgraça. E para dizer a verdade, até abrando mais do que poderia pois caso contrário os joelhos começam a berrar e prefiro perder ali tempo do que perder corridas para a frente...

    Acho que fazes muito bem dar agora um descanso. É merecido! :)

    Um abraço e, mais uma vez, parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado grande João!

      Eu também me retraia bastante a descer, mas é que agora até já tento meter na cabeça "deixa-te ir porra!" e mesmo assim não é suficiente para andar mais rápido! Uma lacuna a melhorar :)

      Um grande abraço!

      Eliminar
  2. Boas Vitor!

    Acho que tens de aprender a conviver com aquela sensação de não estar a 100 % e ainda assim bater recordes pessoais. Se calhar é mesmo assim que vivem os campeões, resultado dos treinos intensivos que fazem... sempre com essa sensação!
    Mais uma vez superaste o teu melhor tempo, PARABÉNS!

    Estás só a ca. 6 minutos do Mamede... :)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo conselho Luis!

      Eheh falta um bocadinho "assim" :)

      Um abraço!

      Eliminar
  3. Sub 34 :O Estás imparável! Não vais a nenhuma São Silvestre?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filipe! Vou à de Lisboa, mais por "divertimento" (entre aspas porque é um divertimento doloroso :p) do que para competir. Ainda não tenho nível para ir competir à Amadora ou coisa parecida :)

      Um abraço!

      Eliminar
  4. Ver se nos encontramos por lá :) Na partida claro ehehe Abraço e bom descanso!

    ResponderEliminar
  5. 33'53" - Fónix.... Grande canhão!!!!!! Muitos parabéns!

    ResponderEliminar
  6. Olá, peço desculpa a intrusão, mas sabes onde posso encontrar as fotos do Marcelino de Almeida?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      Podes encontra-las aqui https://www.facebook.com/marcelino.almeida.7/media_set?set=a.10203304323597494.1073741947.1492304781&type=1&pnref=story

      Eliminar

Enviar um comentário

Search

Popular Posts

Análise Domyos T900C

Finalmente, o prometido já há algumas semanas! Fiquem com a minha análise à p…

Zurich Maratón de Sevilla 2019

Há momentos na vida em que temos de decidir aquilo que nos define. Eu felizment…

Corrida da Árvore 2015

Sabem uma coisa? Já andava ressacado com falta de provas. Apesar de ter ido aos…

2020.

Acho que estas últimas semanas conseguem refletir bem o que 2020 está a ser. Es…

MultiSport Weekend Coimbra 2021

Não sei começar este artigo. A última vez que escrevi sobre uma prova foi em 16…

Contact Me