Meia-Maratona dos Descobrimentos 2015

Primeiro objetivo 2015/2016 ü

Como estou farto de dizer, nesta prova tinha o objetivo de bater o meu recorde pessoal à meia-maratona, obtido na mesma prova em 2014. O percurso é bom para recordes pessoais, a prova é boa pois não há a confusão típica das meias das pontes e a altura do ano tem sido sempre perfeita. Então ontem as condições meteorológicas estiveram perfeitas.

Depois de me reunir com o pessoal do Vale Grande e todos estarmos equipados com o dorsal, foi altura de começar a aquecer. Como manda a tradição (vá tradição minha), com o aquecimento vem a vontade de ir à casa de banho. Para variar, havia poucas casas de banho e estava uma fila que acho que ainda hoje lá estava à espera. Aquecimento feito, fui para o meu bloco de partida (saúdo a Xistarca em pôr blocos na partida de uma meia-maratona, ouviram Maratona Clube de Portugal?) e depois de alguma conversa, a partida foi dada.

Primeiro quilómetro feito num ritmo controlado, temos a subida até ao estádio do Restelo que é sempre complicada. Um grupo de três atletas foi-se logo distanciando nos primeiros quilómetros, seguindo eu num 2º grupo com mais três atletas. Depois da descida do 3º km, chegámos à Avenida de Brasília e a prova começou realmente. Não há muito para contar. Durante alguns quilómetros segui atrás do grupo de três atletas mas quando percebi que poderia estar a ir lento de mais, consegui ir para a frente do grupo e por lá me mantive, indo por vezes lado a lado com o conhecido António Sousa.

Foto: M_F_Borges Runners Photos
A poucos quilómetros da viragem (13/14km) o vento começou a puxar mais um pouco e o que era uma brisa agradável transformou-se em algo mais incomodativo. Mas nada de grave. Um pouco antes no último abastecimento tinha pegado num gel que estavam a distribuir. Penso que foi a 3ª vez que ia tomar um gel na vida. Tinha tudo para correr mal. Pouco antes da viragem vou para tomar o gel, aperto a embalagem e rasgo a embalagem com os dentes. Podem imaginar o resto: um jato de gel disparado para a minha cara. Asneiras que foram ditas à parte, tomei o gel e não me caiu mal. Penso que poderá ter haver com facto de não sei muito pastoso como alguns gels que há para ai.

A viragem foi uma coisa violenta. Mal contornamos o pino ou lá o que era, o António Sousa dá um esticão que eu até fiquei parvo. Acelerei o andamento também mas longe do ritmo a que ele estava a andar. Olha paciência. Percebi que conseguia aguentar aquele ritmo mais elevado e deixei-me ir, fiquei completamente isolado pois os outros atletas ainda ficaram mais para trás. A partir daqui a prova transformou-se para as minhas pernas, parecendo que estava numa prova de 10km.

Foto: Luis Duarte Clara
Como sabem dou muito valor a quem gasta o seu precioso ar durante uma prova para me apoiar, por isso não quero deixar de agradecer a todos mesmo por todos os gritos de apoio que ouvi durante esta 2ª parte da prova. Foram mesmo uma grande ajuda. Obrigado! Ao chegar ao penúltimo quilómetro também lá tinha o Miguel Heitor à minha espera. Fez 400 metros comigo que me ajudaram imenso. Obrigado também! Ao entrar nas últimas centenas de metros, o público que estava a assistir à prova também parece que me entusiasmou e nem sentia cansaço, era puxar para acabar!

Fonte: Marcelino Almeida
Cortei a meta com quase 2 minutos a menos que o meu recorde o ano passado, 01h13m15s. Como se não bastasse ainda tinha cortado a meta em 5º lugar da geral. Eu sei que como não havia prémios monetários e os tubarões ficaram em casa, mas tenho de admitir que tem um gozo especial terminar em 5º lugar numa meia-maratona em Lisboa. E a cereja no topo do bolo. Apesar de ter sido o 3º fim de semana seguido em que terminei em 5º da geral, desta vez fiquei em 3º do escalão! Foi uma excelente recompensa final pelo treino que fiz para esta prova.

E pronto agora poderia dizer uma lamexice qualquer mas simplesmente quero que venha o próximo desafio e treinar para ele! São Silvestre da Amadora, espera por mim!

Resultados: Meia-Maratona dos Descobrimentos 2015

ASC Vale Grande
dezembro 7, 2015
14

Comentários

  1. Muitos parabéns!!!
    Já não é a primeira vez que o digo: Se pudesses ser profissional, até onde chegarias?!?
    Mesmo assim, marcas FANTÁSTICAS!!!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado João!

      Sinceramente não sei, gostava de ter essa experiência numa outra vida :)

      Abraço!

      Eliminar
  2. Parabéns :) Mais uma excelente prova!!!

    ResponderEliminar
  3. Espectacular Vitor ... muitos parabéns.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  4. Parabéns!

    Abraço

    PS: posta aí uma foto do armário que tiveste que comprar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ehehe Obrigado! Por enquanto o que já não cabe na prateleira, está a ir para o chão... o armário virá na minha futura casa :)

      Abraço

      Eliminar
  5. Fantástico Vitor!
    RP de 1:13... 5º lugar na geral!
    Sempre a melhorar!

    Parabéns!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Luis!
      E espero ainda continuar a melhorar :)

      Um abraço

      Eliminar
  6. Muitos parabéns, passei por ti, tentei apoiar-te mas a tua velocidade era tanta que não deu para isso ;) Continua com essa força que mais e melhores resultados vão continuar aparecer.
    José Jorge Mota.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Search

Popular Posts

Análise Domyos T900C

Finalmente, o prometido já há algumas semanas! Fiquem com a minha análise à p…

Zurich Maratón de Sevilla 2019

Há momentos na vida em que temos de decidir aquilo que nos define. Eu felizment…

Corrida da Árvore 2015

Sabem uma coisa? Já andava ressacado com falta de provas. Apesar de ter ido aos…

2020.

Acho que estas últimas semanas conseguem refletir bem o que 2020 está a ser. Es…

MultiSport Weekend Coimbra 2021

Não sei começar este artigo. A última vez que escrevi sobre uma prova foi em 16…

Contact Me