E o próximo desafio é...

Vou fazer uma maratona! Um trail! Um ultra trail! Um duatlo! Um tri... Ok chega de parvoíce... Acabei de enumerar tudo o que não quero fazer ou que apenas pretendo fazer daqui a alguns anos.

O meu próximo desafio, é literalmente a sua tradução para inglês, ou seja, vou fazer um challenge, em concreto o Challenge da Caparica. E qual a razão disto? Sempre gostei do conceito de provas por etapas. Ler sobre a experiência do João na ENDURrun também ajudou a manter ao longo deste tempo todo o bichinho de fazer algo por etapas no mundo da corrida. Claro que nem se pode comparar o que ele passou ao que eu vou fazer, mas aqui na zona de Lisboa é a experiência mais parecida que eu poderei ter.

Para quem não sabe o Challenge da Caparica é composto por três provas:
Fonte: Xistarca
  1. Corrida de Praia - 5km - Sexta-feira dia 10 de Fevereiro às 20h30
  2. Corrida de Cross - 4.5km - Sábado dia 11 de Fevereiro às 10h30
  3. Corrida de Estrada - 10km - Englobada no 18.º Grande Prémio do Atlântico, no domingo dia 12 de Fevereiro às 10h00
Não estou preocupado com o acumular de quilómetros das 3 provas, nem com o pouco tempo de recuperação entre as mesmas. Isso tenho a certeza que será o menor dos meus problemas. Tenho essencialmente medo do primeiro dia. Nunca fiz uma prova na praia, aliás, praticamente nunca corri na praia. Este é um ponto que gostava de limar até ao dia da prova mas temo que já não terei tempo para isso. A prova de cross deverá ser um pouco sofrida como é normal deste tipo de provas, mas sendo tão curta esse sofrimento acabará depressa.

No domingo será o grande desafio, até porque a minha equipa da Associação Vale Grande estará presente e tentaremos atingir o lugar mais alto do pódio por equipas no GP do Atlântico. Esperemos que o tempo não esteja como o ano anterior e que não haja a ventania que me relataram.

E pronto vai ser este o meu próximo grande desafio. Sei que não é uma prova de renome e que provavelmente nem terá centenas de participantes (o ano passado teve cerca de 70) mas pelo menos o GP do Atlântico já será mais desafiante. Até já!

Fonte: Xistarca
Associação Vale Grande
fevereiro 2, 2017
2

Comentários

  1. Interessante conceito que apenas a presença de corrida em praia impede que um dia a faça (coloco demasiado o pé de lado o que facilmente daria em entorse)

    Força para mais um grande resultado!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois vamos ver se desengonçado como eu sou para tudo o que não seja estrada, se a coisa não corre mal ehehe

      Esperemos que assim seja João, obrigado!

      Abraço

      Eliminar

Enviar um comentário

Search

Popular Posts

Análise Domyos T900C

Finalmente, o prometido já há algumas semanas! Fiquem com a minha análise à p…

Zurich Maratón de Sevilla 2019

Há momentos na vida em que temos de decidir aquilo que nos define. Eu felizment…

Corrida da Árvore 2015

Sabem uma coisa? Já andava ressacado com falta de provas. Apesar de ter ido aos…

2020.

Acho que estas últimas semanas conseguem refletir bem o que 2020 está a ser. Es…

MultiSport Weekend Coimbra 2021

Não sei começar este artigo. A última vez que escrevi sobre uma prova foi em 16…

Contact Me