terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

O regresso!

Foi à cerca de 8 meses que fiz o meu o último post. Desde essa altura passei por muito no que toca ao tema deste blog. Vou tentar resumir estes últimos meses: em Julho do ano passado efetuei diversos tratamentos de fisioterapia, mas por algum motivo o meu corpo não recuperava das lesões. Pelo meio fui assolado por alguns problemas dentários (infeções principalmente) que como a maioria das pessoas que fazem e acompanham desporto, esses problemas andam de mãos dadas com as lesões desportivas. Sabendo disto continuei a treinar mesmo com as dores que me assolavam, até chegar ao meu próprio limite físico e mental. Depois de descansar algumas semanas, fiz novas tentativas para voltar aos treinos mas teimosamente as dores pressistiam. 

Para não perder algum físico que me restava e não engordar assustadoramente (um dos grandes inimigos do meu corpo), andei na natação e durante uns tempo até frequentei as aulas com gosto. Durante dois meses frequentei diversos fiseatras em que me aconteceu de tudo um pouco: um disse-me que deveria deixar de correr, outro disse-me que eu não tinha postura corporal para fazer desporto e que me mesmo natação devia ser sem intensidade, outro disse que todos os outros estavam errados, que era claro que ia voltar a correr, e que ir a fisioterapeutas diretamente era um erro. Claro que sem qualquer surpresa, este último receitou-me um tratamento de 15 sessões numa zona da perna que nada tinha a ver com as minhas verdadeiras dores.

Depois de uma saga de consultas e tratamentos, decidi que estava na altura de calçar os ténis e sair de casa. Foi dia 23 de Novembro e desde essa data que nunca mais tornei a parar. Com muito juízo e por vezes aguentado as dores que tinha, fui evoluindo lentamente até à presente data. No mês de Dezembro ainda fiz a Estafeta dos Descobrimentos pela equipa da empresa na qual trabalho. Fiz o 4º percurso (supostamente cerca de 6.1km) em 22 minutos e 48 segundos, dando uma média de 3:59/km, que me deixou surpreendido pelo facto de para quem andava a treinar para pouco menos de 6:00/km, ainda ter físico para aguentar intensidades mais elevadas.

Neste momento estou-me a aproximar da forma que desejo, embora ainda sem fazer qualquer tipo de treino intervalado, baseando apenas os meus treinos em corrida contínua. Tenho o objetivo de fazer uma meia maratona durante o mês de Março e baixar o meu miserento recorde de 1 hora e 30 minutos obtidos na longínqua meia maratona de Lisboa em 2012. Se conseguir arranjar uma inscrição, talvez vá à meia maratona da ponte 25 de Abril. Onde irei estar presente com certeza é no BES Run Challenge 2014. São provas feitas para o povo, não diretamente para quem leva a corrida mais a sério, mas é um conceito bem organizado, com circuitos atrativos em Cascais e a tradicional prova Corrida de Santo António em Lisboa, e este ano tem o bónus de existir uma prova na Costa da Caparica.

Quem me acompanhou no ano transacto sabe que eu corria pelo CDUL. Se tenciono voltar? Sim tenciono claro (isto se as pessoas responsáveis me aceitarem de volta)! Mas será que tenciono voltar de imediato? É uma coisa que tenho pensado frequentemente, mas penso que ainda não estou preparado mentalmente para voltar a comprometer-me com um clube e voltar a tudo o que isso acarreta. É uma decisão que irei tomar com tempo.

Depois desta longa ausência do blog, quero voltar a postar com frequência. Mesmo que a audiência seja pouca, quero partilhar as experiências que o mundo da corrida proporciona, acreditando que assim posso puxar mais pessoas para este meio! Até lá!

2 comentários: