sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Quando o maior problema são... bolhas

Até hoje tinha a bonita história para contar que nunca tinha tido bolhas nos pés. Existe uma primeira vez para tudo. Ontem mal conseguia andar direito.

Sim, sim eu sei ando desaparecido do blog. Provavelmente esta até será o meu último artigo do ano. Que raio de assunto para falar. A verdade é que até tenho muita coisa para escrever em alguns artigos (apesar de não andar a participar em provas) mas esta altura do ano torna complicado arranjar tempo para tudo. Nem é a desculpa de não haver vontade por ser Natal e afins, é puramente falta de tempo.

E no meio desta falta de tempo, que coisa fantástica para arranjar se não que umas maravilhosas bolhas nos pés? Duas bem grandes no pé esquerdo e outra no pé direito. Uma delas até me fez acordar a meio da noite com as dores. Mas claro como sou teimoso ainda fui treinar.

O que é causa as bolhas nos pés? Uma mistura de 4 componentes: o tipo de pele (mais sensível ou não), pressão e fricção, movimento do osso e repetição. Claro que existe depois toda uma panóplia de razões tal como o tipo de meia que estamos a usar, calçado novo, temperatura, entre outros.
Fonte: Blister Prevention
No meu caso nem sei bem o que me causou as bolhas. Eu ando a utilizar dois pares de ténis relativamente novos, os Hoka One One Clifton 4 e os Saucony Kinvara 7, e ainda os Sketchers Go Run Ride 5 (já só uso para treinos estruturados). As bolhas apareceram depois de um treino de 80 minutos (que deu uma bela de uma meia maratona) no dia 24. No dia 25 já me estava a custar pôr o pé no chão. Armado em campeão cortei as bolhas e com os dois treinos de terça feira tornaram-me a aparecer bolhas sobre as antigas bolhas. Que fixe.

Portanto escusado será dizer que tem sido uma semana bastante agreste para treinar. E os bi-diários não ajudam a dar tempo para isto sarar. Já vos tinha dito que agora faço bi-diários? Isso será assunto de um próximo artigo. Isso e o facto de não participar em nenhuma São Silvestre este ano. Blasfémia!

Até hoje na natação isto me doía quando batia com os pés na água. Enfim. Bem desejem-me as melhoras porque esta porra dói como o #$%&%&!

PS: Ainda pensei em pôr aqui uma foto com as minhas bolhas mas tive pena de vocês.

8 comentários:

  1. Espero que te cures rápido das bolhas. Por acaso, ou sorte, em 12 anos de corridas nunca tive nenhuma.

    Um abraço e o desejo dum excelente 2018 para ti e todos os teus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois eu até hoje também tinha tido a sorte de nunca ter tido bolhas até hoje... Mas pronto há coisas piores eheheh

      Um grande abraço João e que tenhas um excelente 2018!

      Eliminar
  2. Eu sofro muito com as bolhas e já tentei de tudo... Ainda não descobri nenhuma solução milagrosa para partilhar contigo mas hidratar muito os pés ajuda.

    As melhoras e um bom 2018!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vou ter que começar a dar mais atenção aos pés pelos vistos. Já estou a tratar da parte da hidratação!

      Um bom excelente 2018!

      Eliminar
  3. Olá Vitor. Antes de mais desejos de um Feliz Ano Novo, com tudo de bom e muitos sucessos pessoais, profissionais e desportivos!
    Em relação às bolhas nos pés, e partilhando contigo a experiência de 4 anos na RUNSOX, serão os elementos fricção, calor e humidade os principais responsáveis pelos danos. Por vezes não é uma questão de marcas, mas sim o simples apertar dos atacadores. A minha recomendação para atletas tão rápidos como tu passa pela escolha de meias de qualidade, respiráveis e de maior aperto no pé. Vale também a pena perdermos alguns minutos para avaliar os produtos que temos em casa, nomeadamente as costuras, pois é normal aparecerem zonas de tecido mais secas e rígidas aparentemente inofensivas mas que no fim de alguns km podem comprometer um bom resultado. Gd abraço e bom ano amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nuno! Obrigado! Um excelente 2018 para ti e para a Runsox! Que seja um ano de muito sucesso!
      Sim, ainda não tinha pensado nisso mas tenho de rever o meu stock de meias.. Tudo o que não seja o que adquiri na Runsox já viu melhores dias e talvez já seja altura de reformar muitos pares de meias que tenho.
      Temos de combinar qualquer coisa!
      Um abraço

      Eliminar
  4. Hidrata.
    Mas não andavas a usar meias xpto e coiso?
    Bom, não desmerecendo esse problema, como são os Clifton 4?
    Achas que para um corredor mais..."composto em kilogramas" se aguentam?
    É que o que dá andar a navegar em sites da treta, tipo sportshoes.

    Ah, bom 2018, com muita rapidez, saúde e boas provas.
    Já agora, sem bolhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim costumo usar boas meias mas a verdade é que as meias boas que tenho são em pequena quantidade, de resto uso meias da kalenji normais que já viram melhores dias...
      Sobre os Hoka, ainda este mês quero lançar um artigo de análise. Mas sinceramente não recomendo, pelo preço arranja se melhor!

      Um abraço e um excelente 2018!

      Eliminar